Comunicação CRF/MG - 10/01/2020 às 14:27:05

Nova gestão inicia projeto de fiscalização humanizada

Em seus primeiros dias de gestão, a nova diretoria do CRF/MG já deu a largada para iniciar a implantação da fiscalização humanizada, um dos principais projetos dessa administração. São várias medidas a serem adotadas, mas uma já está funcionando e atende os anseios da categoria que tanto pediu a mudança.

Agora, comunicar a ausência do local de trabalho ficou mais fácil para o farmacêutico, que pode fazê-lo com antecedência mínima de seis horas. Até então, a exigência era de 12 horas de antecedência.

A nova regra implantada aproxima da realidade e das necessidades dos farmacêuticos, conforme Resolução 596/14 do CFF – Código de Ética da Profissão Farmacêutica, e já está normatizada, conforme a Deliberação do novo Plano de Fiscalização do CRF/MG Anual 2020.

De acordo com a presidente Junia Célia de Medeiros e a vice-presidente Márcia Alfenas, agora responsável pelo Serviço de Fiscalização, muitas mudanças estão a caminho, pois, para elas e os demais diretores, é preciso valorizar o profissional farmacêutico, dando autonomia para sua atuação. “O nosso projeto prevê a humanização do serviço, quando o profissional será valorizado, orientado e ouvido. E mais novidades estão a caminho”, observa a presidente.

 

Impresso

 A comunicação de ausência deve ser feita no Acesso Restrito no site do CRF/MG. Mas não se esqueça, o comunicado deverá ser impresso e deixado no estabelecimento, devendo ser apresentado ao fiscal em caso de fiscalização.

De acordo com o Código de Ética, o farmacêutico deve comunicar ao CRF, por escrito, o afastamento temporário das atividades profissionais pelas quais detém responsabilidade técnica, quando não houver outro profissional que, legalmente, o substitua em casos de afastamento por doença, acidente pessoal, óbito familiar ou por outro imprevisível, que requeira avaliação do Conselho. Nesses casos, a comunicação ou a justificativa formal e documentada deverá ocorrer em cinco dias úteis após fato.

A ausência do profissional sempre deve ser comunicada quando o afastamento ocorrer por motivo de férias, congressos, cursos de aperfeiçoamento, atividades administrativas ou outras previamente agendadas.

Ao estabelecimento são permitidos 30 dias de comunicados de ausência por ano, excetuando-se o período de férias regulamentares. Ultrapassados esses dias, o estabelecimento deverá comprovar assistência de um farmacêutico substituto em consonância com o Artigo 17 da Lei 5991/73 e Artigo 12 da Lei 13021/14.











Mapa do Site

Serviços Informações Institucional Transparência    Notícias Contatos Acesso Restrito
Agendamento
Anuidade 2020
Capacitações
Consultar Farmacêutico  
Consultar Protocolos
CR Web
Denúncias  
Inscrição Profissional
Ouvidoria
Parcelamento  
Requerimento CR
Requerimento Online
Validar Certificado
Validar CND
Validar DIR
Validar DNCE
Agenda CRF/MG  
Área Técnica / Legislações
Concursos
Direitos e Deveres
Licitações
Perguntas Frequentes
Publicações e Documentos
Requerimentos e Modelos        
Associações Farmacêuticas
Comissões
Competências
Diretoria
Estatísticas
Estrutura
Fiscalização
História
Princípios
Projetos
Responsabilidade Social
Acesso à Informação
CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS
Rua Urucuia, 48 - Floresta
Belo Horizonte/MG | CEP: 30150-060
Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta, de 8h às 17h
Todos os direitos reservados. © 2020 - Desenvolvido pela Assessoria de Imprensa e Gerência de Tecnologia da Informação do CRF/MG Conselho Regional de Farmácia de MG